BLOG

Home > Blog > Destaques > Expansão da superfície de ataque
Destaques

Expansão da superfície de ataque

Por

A superfície de ataque é composta por todos os pontos, ou vetores de ataque, que podem ser usados por um usuário não autorizado para conseguir acesso a um sistema e extrair dados. E, é claro, quanto menor for a superfície, mais fácil será protegê-la.

 

Para garantir a segurança de seus ativos online, as organizações devem monitorar sua superfície de ataque constantemente, para identificar e bloquear ameaças o mais rápido possível.

 

A superfície de ataque é dividida em 2 categorias: Digital e Física

 

A ÁREA DE SUPERFÍCIE DE ATAQUE DIGITAL COMPREENDE TODO O HARDWARE E SOFTWARE CONECTADOS À REDE DE DADOS:

 

POR SUPERFÍCIE DE ATAQUE FÍSICA, COMPREENDE-SE TODOS OS EQUIPAMENTOS ENDPOINT CONECTADOS À REDE DE DADOS:

 

Vulnerabilidades mais comuns das superfícies de ataque

As vulnerabilidades mais comuns das superfícies de ataque incluem falhas nos equipamentos em si, como computadores, celulares e HDs, e também as geradas pelos usuários. Como, por exemplo, uso de senhas fracas, falta de atenção em serviços de comunicação, como e-mails e troca de mensagens.

 

Além disso, brechas em softwares e protocolos de web fracos podem ser explorados em ataques por hackers para roubo ou sequestro de dados.

 

Benefícios do gerenciamento da superfície de ataque e por que isso é importante?

O gerenciamento da superfície de ataque é fundamental para identificar riscos presentes e futuros, por promover a realização de testes de vulnerabilidade e o monitoramento constante de performance. Outros benefícios são:

• Identificar áreas de alto risco cujas vulnerabilidades devem ser testadas
• Verificar novos vetores de ataque que podem surgir
• Determinar permissões de acesso para cada usuário
• Proteger os dados em caso de ciberataques

 

5 PASSOS PARA REDUZIR A SUPERFÍCIE DE ATAQUE:

 

1) Implementar políticas Zero-trust

 

2) Eliminar complexidades de sistemas desnecessárias

 

3) Procurar por vulnerabilidades

 

4) Segmentar a rede de dados

 

5) Conscientizar os usuários dos riscos através de treinamentos

 

 

Fonte: Fortinet.com

 

VOCÊ TAMBÉM PODE GOSTAR DESTES ARTIGOS:

COMENTÁRIOS:

Nenhum comentário foi feito, seja o primeiro!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

ENYGMA TECNOLOGIA © Todos os direitos reservados